Textos

A origem


Pouso a ideia no texto inacabado.
A noite solta encontra o rio escuro,
Às margens de embalar o sol dourado.
Espumam os oceanos de futuro!
 
Minha alma horizontal, verticaliza.
Onde homilia, lares da magia,
Meu verso vira série. Livrariza.
A analfabeta que ontem mal se lia.
 
Avançar em canduras... Ser da idade.
Do coração do tempo é donde eu venho,
Me tardar numa única verdade:
 
Dizer-me no falar, é o meu poente,
As letras de sonhar, o meu engenho,
Silêncios e lonjuras, as nascentes...
 
 
 Canoas, 28.05.2017

 
 
Eliane Triska
Enviado por Eliane Triska em 28/05/2017
Alterado em 28/05/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários