Textos




 Ondas letais

Eliane Triska


Ondas letais afogam as colheitas
Que o homem planta pra matar a fome.
A fome de matar a tudo deita...
Se mata a fome quando mata o homem?


Sopram murmúrios nos frontões da Terra.

Cochicham almas de cobertas faces.
Que fazer sobre um tempo que soterra?
Sacudir pra que um outro despertasse?


Ó cabeças magníficas não basta
Serem herdeiras dos melhores sonhos
E, de neurônios da mais nobre casta.


Vejam a dor do humilde candeeiro
A iluminar anônimos... Medonhos!
Lançados para as valas dos mau cheiro!

outubro/2017


 
Eliane Triska
Enviado por Eliane Triska em 28/10/2017
Alterado em 16/11/2017

Música: silvitaenyalasonadora - Desconhecido

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários