Textos



Arte by Anna Paes


Sinos
Eliane Triska



Sons desérticos, pairam nas cavernas:
As sombras silenciosas das areias.
A  alma que as adentre, desgoverna.
E afunda-se na dor sem ver-se inteira.


Som puro, forma a estranha substância
No homem que curou o seu destino,
Do amor, numa mulher em abundância:
Versos que tangem... Tangem... O menino.


Sons futuros, são partes das montanhas
Que colhe cada homem na escalada:
Pão e pedras e, tudo mais que apanha.


E a minha porta, por mais que eu ignore,
As cartas do destino dizem nada,
Há um cântico tão claro:  Não demores!...

Agosto/2018



 
Eliane Triska
Enviado por Eliane Triska em 08/08/2018
Alterado em 22/08/2018

Música: Jimi+Hendrix-Rock+guitar+(Bootleg)-09-Feel+that+soul22 - Desconhecido

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários